Descobrindo o Sake!

por Erich Yoneyama
Descobrindo o Sake!

O que é o Sake?

Sake, ou saquê, é a bebida alcoólica japonesa mundialmente conhecida e produzida pela fermentação do arroz. Na verdade, o termo é designado para qualquer bebida alcoólica no Japão. Então, se você desejar essa bebida no seu país de origem, deverá usar o termo mais adequado “nihonshu”.

Estima-se que as primeiras bebidas fermentadas de arroz foram produzidas na China há aproximadamente 4.500 anos. A cultura do arroz chegou a terra do sol nascente há cerca de 2.500 anos com relatos das primeiras produções da bebida, a qual era utilizada nas celebrações das colheitas.

De forma mais simples, o sake é a mistura de arroz e água fermentada para se obter uma bebida alcoólica. Talvez o resultado se aproxime mais do mundo dos vinhos, mas seu processo é mais parecido com a produção de cervejas.

 

A próxima grande bebida do ocidente?

O consumo interno de sake no Japão tem caído pela popularização de bebidas como o gin, a vodka, o whisky e o tradicional shochu, mas a demanda por sakes premium no resto mundo anda acelerada e incentivada pelo próprio governo japonês. Assim, os produtores têm investido em diferentes categorias de sakes como espumantes, saborizados, de altíssimo polimento (sakes ginjo e daiginjo), sakes junmai e honjozo.

Confira a evolução das exportações da bebida para outros países nos últimos anos no quadro a seguir:

 

Exportações de Sake ao longo dos anos

exportação mundial de saque ao longo dos anos

Fonte: site nippon.com com base nas estatísticas de exportação

Nos EUA, principalmente nas regiões de Nova York e Boston, uma explosão de bares, profissionais especializados e apreciadores tem fomentado esse mercado que já conta com mais de 800 rótulos registrados.

Um outro fator que tem contribuído para a internacionalização da bebida é a troca de geração dos produtores japoneses. Com a aposentadoria da “velha guarda”, uma geração mais nova e conectada a cultura ocidental tem inovado na produção, no marketing, comunicação mais moderna e harmonização com pratos típicos de outros países.

O fato mais extraordinário aconteceu recentemente. O ex-chef de cave Richard Geoffroy, responsável pelo luxuoso Champagne Dom Pérignon produzido pela Möet & Chandon, trocou o mundo dos vinhos pelo sake. Em suas palavras:

 

“Achei que Champagne era complexo, mas existem muito mais opções no sake. Então, intelectualmente, foi muito estimulante!”

– Richard Geoffroy, ex-chef cave Dom Pérignon

Geoffroy acabou de lançar sua própria bebida IWA 5, com previsão de chegada a Europa no primeiro trimestre de 2021.

Richard Geoffroy, ex-chef Dom Pérignon Moet & Chandom

O universo do sake tem se transformado no novo mundo conectado. Com a troca de conhecimento e cultura, começam a surgir os sakes “terroir”, novas descobertas de harmonizações e rótulos focados no público do ocidente.

 

Quer saber mais? Não deixe de se inscrever na nossa newsletter!

por Erich Yoneyama

Posts mais vistos

Descobrindo o Sake!

Descobrindo o Sake!

Ler mais

Siga-nos

Newsletter